• ▌ ▄ ·. ▄• ▄▌ ▐ ▄ ·▄▄▄▄            ·▄▄▄▄   ▄▄▄· .▄▄ ·     ▄▄▄▄· ▄▄▄▄· .▄▄ · 
    ▪         ·██ ▐███▪█▪██▌•█▌▐███▪ ██ ▪         ██▪ ██ ▐█ ▀█ ▐█ ▀.     ▐█ ▀█▪▐█ ▀█▪▐█ ▀. 
     ▄█▀▄     ▐█ ▌▐▌▐█·█▌▐█▌▐█▐▐▌▐█· ▐█▌ ▄█▀▄     ▐█· ▐█▌▄█▀▀█ ▄▀▀▀█▄    ▐█▀▀█▄▐█▀▀█▄▄▀▀▀█▄
    ▐█▌.▐▌    ██ ██▌▐█▌▐█▄█▌██▐█▌██. ██ ▐█▌.▐▌    ██. ██ ▐█ ▪▐▌▐█▄▪▐█    ██▄▪▐███▄▪▐█▐█▄▪▐█
     ▀█▄▀▪    ▀▀  █▪▀▀▀ ▀▀▀ ▀▀ █▪▀▀▀▀▀•  ▀█▄▀▪    ▀▀▀▀▀•  ▀  ▀  ▀▀▀▀     ·▀▀▀▀ ·▀▀▀▀  ▀▀▀▀ 
Em construção

Bulletin Board Systems

As BBS foram uma forma de conexão entre pessoas através do computador. Anterior à Internet doméstica, prolongou-se ainda até ao final do década de 1990.

A minha experiência foi em Macau, onde me liguei com o meu modem à Nirvana BBS. Nas férias em Portugal, da janela de trás do carro dos meus pais, vi pelo Porto e por Vila Nova Gaia um ou outro papel anunciando uma BBS. Nunca me liguei a nenhuma dessas de Portugal, mas gostaria muito de saber como foi esse mundo por cá.

Em Macau

A BBS à qual mais me liguei era a do português Jorge Tavares, a Nirvana BBS. Ali se ligavam outros amigos meus do Liceu de Macau, e mais um ou outro português de Macau — assim como outros doutras nacionalidades. Nessa BBS conheci um português, de que só lhe conheço o pseudónimo, Cyber Alien, quem me iniciou no PGP.

Havia outras BBS em Macau, e estas eram as cinco BBS que eu recomendava numa página minha de 1996:

Nome Número Velocidade SysOp Horário
Nirvana 527 768 14.400 kb Jorge Tavares 24 h./dia
RedZone 416 679 28.800 kb ? 24 h./dia
Fantasy 524 018 16.800 kb Celestino Lei 24 h./dia
Simpsons 533 786 28.800 kb Bernard Fok 11h. - 21h.
Ultraman 529 234 28.800 kb ? 24 h./dia

Ainda que as BBS não tenham tido um impacto cultural na comunidade portuguesa de Macau para lá da meia dúzia de curiosos da informática pessoal, seria ainda assim interessante saber se pelo menos Jorge Tavares ainda tem os ficheiros da Nirvana BBS.

Em Portugal

Imagine Net

Selva Virtual, ainda que eu não tenha a certeza se foi uma BBS ou um talker.

No Porto

BBS Antas

Mad BBS, provavelmente de Paulo Jacob.

Oporto BBS, de José Cunha.

Em Lisboa

Masmorra BBS, de Paulo Sousa.

Resto do mundo

RetroCampus, de Itália.

O mundo vivo das BBS

A Selva Virtual, mencionada acima, continua em funcionamento.

Programas

Blocker

Enigma½

Mystic BBS

SyncTERM

Referências

Currículo de José de Almeida enquanto SyOp e participante em BBS portuguesas.

BBSIndex, directório de BBS, sobretudo europeias.

Artigos sobre BBS

The Forgotten World of BBS Door Games