Em português

Sempre que possível, seleccione Português (Portugal) como a língua de todos os seus programas, contas de serviços, e sistemas operativos. A falácia do inglês ser a língua da informática justifica:

A nível linguístico

1 Exemplo de crioulização: com a conta de redes sociais em inglês (como o Facebook), os portugueses substituem palavras portuguesas por aquelas com que interagem regularmente. Por exemplo, em vez de dizerem «põe um gosto nisso», como diriam caso todos tivessem as suas contas em português, dizem «põe um laique nisso». Mas isto é só um exemplo de iniciantes neste processo. A adopção de palavras na fala corrente como whatever, ou, para quem passa demasiado tempo a auto-colonizar-se no reddit, also, mostram como a expressividade quotidiana portuguesa depende da língua de prestígio: o inglês.

2 Quanto menos utilizadores em língua portuguesa houver, menos interesse haverá para os gestores de programas e serviços de a manter. Os tradutores portugueses têm tido, por isso, cada vez menos trabalho: menos encomendas de traduções de jogos, aplicações, contas de Internet. Tudo porque aparentemente não há utilizadores suficientes com essa língua definida.

A nível cultural

Como a selecção da língua dum sistema operativo modifica também os conteúdos de aplicações, como vídeos e notícias, tal falácia causa ainda a ostracização da cultura portuguesa.

Exemplo: com o sistema operativo em língua inglesa, o seu motor de busca apresenta resultados de páginas anglocêntricas e, portanto, referentes à realidade de países de língua inglesa (quando disponíveis várias opções, como a Wikipedia). Tal aliena o utilizador da possibilidade de encontrar resultados pertinentes para Portugal, promovendo o esquecimento cultural.

As recomendações de todo e qualquer fornecedor de conteúdos — de texto a vídeo — regulam-se pela língua e país definido pelo utilizador. Assim, um português deixará de saber o que se passa em Portugal — a nível jornalístico, político, artístico, cultural, entre outros. Ao não consumir cultura portuguesa, o português abandona a participação cívica na construção do seu país, por fim abandonando, culturalmente, Portugal.

Como a Internet é a principal mediadora entre o indivíduo e o real, ao não seleccionar a língua portuguesa nos seus dispositivos, o português torna-se num estrangeiro do seu próprio país.

A nível funcional

Algumas funcionalidades de aplicações e serviços dependem da língua definida. Por exemplo, o PayPal só exibe opções de pagamento pela rede portuguesa Multibanco caso a língua da conta seja o português europeu. Veja como mudar a língua do PayPal.

Soluções

Definir a língua de todos os sistemas operativos, em computador e em telemóvel, em português europeu. Normalmente encontrará a forma de a alterar em Definições, e depois algures em Regional ou Idioma.

Nos navegadores de computador, ir a preferências e colocar pt-PT no topo da língua preferencial. Veja como o fazer no Firefox.

Nas preferências das suas contas de Internet, mudar a sua língua para a portuguesa. Ver como o fazer na sua conta Google, Facebook, Instagram, LinkedIn.